• As cólicas do lactente

As cólicas do lactente

As temidas cólicas do lactente 

A partir da segunda semana de vida, o seu bebé pode começar com queixas, ficar inconsolável, irritado e desconfortável, que será desesperante se não souber como agir. Esta é a fase das cólicas do lactente.

Não fique preocupado, as cólicas não são um sintoma patológico, são um sintoma passageiro. Temos que ter paciência, muita paciência. Ter paciência é a melhor forma de lidar com estes episódios de queixas que o bebé pode iniciar aos 15 dias de vida e poderão ir até aproximadamente ao terceiro mês de vida.

Como reconhecer os sintoma

- As cólicas surgem durante a tarde e noite

- Os sintomas poderão ter duração superior a três dias e mais de três horas.

- Têm um início e um final repentino.

- Quando iniciam os ataques de cólicas, o bebé pode mostrar-se tenso, com o abdómen duro e distendido, fecha os punhos, a cara pode ficar avermelhada, as pernas fletidas e as costas arqueadas.

A não ser que seja um problema de saúde, as cólicas não têm tratamento específico. No entanto, podemos aplicar algumas medidas que ajudem a atenuar os sintomas do bebé:

- Quando o bebé estiver a chorar procure um ambiente relaxado e sem ruídos ou estímulos, coloque-o nos seus braços realizando suaves movimentos e dando massagens nas costas.

- Se continuar a chorar, coloque o bebé de barriga para baixo, de forma a apoiar a cabeça na curva do seu cotovelo, de forma que a barriga do bebé fique à altura da sua mão. Nesta posição, deve dar-lhe massagens no abdómen que o ajudem a expulsar os gases.

- Se nota que está demasiado nervoso com toda a situação, deve pedir a alguém que o ajude com o bebé. O seu nervosismo não ajuda e o bebé não conseguirá ficar mais calmo.

- Deverá comentar com o pediatra, para ser avaliada a possibilidade de as cólicas estarem relacionadas com a intolerância à lactose. Se for esse o caso podem ser introduzidas alterações na sua alimentação e na alimentação da mãe que ainda está a dar de mamar.

Top